Skip to content Skip to footer

Considerado um dos bairros mais tradicionais de São Paulo, a Casa Verde se tornou ponto turístico para os fãs de carnaval e samba. Pertencente a zona norte, o bairro é considerado um dos melhores lugares para se morar na região por conta da sua segurança, e o fácil acesso para as zonas oeste e leste.

Com uma história de origem um tanto curiosa, e muita música, esse bairro tem se apresentado como um local completo para se viver. Então, venha conhecer mais sobre a Casa Verde com a Livar!

Mobilidade e Transporte

Por conta da sua proximidade com a Marginal Tietê, o bairro da Casa Verde é considerado um lugar com boa mobilidade. Ele está próximo de Santana, da Freguesia do Ó e da Barra Funda. Aliás, as estações de trem e metrô da Barra Funda estão a poucos minutos de carro. O bairro tem fácil acesso ao Terminal Intermodal Palmeiras-Barra Funda e ao Terminal Rodoviário Tietê.

Curiosidades

Qual é a relação do bairro da Casa Verde com o samba e o carnaval? O local conta com quatro escolas de samba, que são a sede da Mocidade Alegre, Império de Casa Verde, Morro da Casa Verde e Unidos do Peruche. Além disso, as escolas realizam ensaios e prometem muita diversão e batuque durante o carnaval.

Educação

A Casa Verde apresenta uma grande variedade de instituições de ensino, que vão do ensino infantil até o superior. Algumas opções boas para os seus filhos são o renomado Colégio Carpe Diem, escola particular, e a Escola Municipal Casa Verde. Para os futuros universitários, o bairro conta com as instituições de ensino Unicid (Universidade Cidade de S. Paulo), Universidade Cruzeiro do Sul e a UniFCV (Universidade Casa Verde). Portanto, o bairro é bem localizado para os estudantes.

Lazer

A Casa Verde divide grande parte do seu lazer com o bairro do Limão, por conta da sua proximidade. Um exemplo disso é, o Centro de Tradições Nordestinas. Agora, se você gosta de fazer compras com a família ou com os amigos, o Shopping Center Norte e o Shopping Bourbon são ótimas alternativas. Além disso, o Centro de Arqueologia de São Paulo é uma boa opção para quem curte um rolê cultural.

História do Bairro

Antes de se tornar bairro, por volta do século XVIII, havia um sítio as margens do rio Tietê, que era propriedade de José Arouche de Toledo Rendon, primeiro diretor da faculdade de Direito do Largo São Francisco, a faculdade de Direito da USP. José cuidava de suas sete irmãs, que moravam em uma casa com tonalidade verde. Logo, a população passou a chamá-las de “meninas da casa verde” por conta disso. Então, como a família passava os fins de semana no sítio, o nome pegou e o lugar passou a se chamar Sítio Casa Verde, mais tarde abreviado para apenas o bairro da Casa Verde

Sem dúvidas nenhuma, o bairro da Casa Verde é um lugar residencial, tranquilo, seguro, porém, com muitas opções de lazer para os seus moradores. Portanto, fale com um assessor Livar e garanta o seu lar na Casa Verde.

Mostrar comentáriosClose Comments

96 Comentário

Deixe um comentário